Maricá esporte news

Siga nossas redes e fique por dentro de todas as novidades !

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube

(21) 99840-5510

maricaespn@gmail.com

© Site criado por RaO Produções

Buscar
  • maricaespn

CACIANA ALMEIDA CARIMBA PASSAPORTE PARA A BOLÍVIA

A campanha da jovem de apenas 13 anos rumo a classificação para a Seleção Brasileira foi quase impecável, enchendo de orgulho aqueles que fazem parte da sua jornada.

Ao longo dos dias 04 a 08 de março, a Confederação Brasileira de Karate (CBK), entidade oficial de administração nacional desta arte marcial, devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC), e filiada aos Comitês Olímpicos do Brasil (COB) e Internacional (COI), realizou a Fase Classificatória RN do Campeonato Brasileiro de Karate - Edição 2020 - e a Seletiva Nacional Júnior para formação da Seleção Brasileira de Karate que disputará os campeonatos Sul-Americano e Pan-Americano desta temporada.

O evento aconteceu no Ginásio Poliesportivo 1 da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), em Natal, ao longo de intensos e acalorados quatro dias de competição. Entre as delegações, torcedores e familiares, um público de aproximadamente três mil pessoas esteve presente na capital potiguar.

A Cerimônia de Abertura do Campeonato Brasileiro foi marcada pela congregação de dirigentes das federações estaduais de karate de todo o Brasil, bem como pelo pronunciamento do presidente da CBK, Prof. Luiz Carlos Cardoso do Nascimento, que enalteceu o numeroso público presente, bem como o período de excelência do karate brasileiro.

Exultantes com a confirmação do karate nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 após o projeto do karate ser aprovado na 129ª Sessão do COI, os cerca de mil e quinhentos atletas, representantes de vinte e dois estados brasileiros, conferiram alto nível técnico ao Campeonato Brasileiro e a Seletiva Nacional ao longo dos quatro dias de competição para deleite dos numerosos torcedores, familiares nas arquibancadas, autoridades presentes e imprensa.



A delegação do estado do Rio de Janeiro foi representada por diversos clubes filiados a Federação de Karate do Estado do Rio de Janeiro (FKERJ), dentre os quais a Associação Maricaense de Karate-Do (AMK), tradicional escola desta arte marcial na Região dos Lagos do estado do Rio de Janeiro, que obteve digna participação com as atletas Caciana Almeida e Kelly Fernandes, o árbitro José Roberto Braga, credenciado pela CBK com o nível "A", mais alto grau na arbitragem brasileira, além de Patrícia Rosa, que atuou como staff para a CBK.

Detentora dos títulos de Campeã Brasileira em 2018 nas modalidades kata e kumite, e Vice-Campeã Brasileira na modalidade kumite em 2019 na Divisão Especial (para faixas roxa a preta), Kelly Fernandes (19) disputou as categorias Sub 21 - 55Kg e Sênior - 55Kg no Campeonato Brasileiro. Já na Seletiva Nacional para formação da Seleção Brasileira Júnior, Kelly Fernandes disputou na categoria Sub 21 - 55Kg.

Bolsista na Academia VIP, onde faz sua preparação física, e aluna bolsista da Universo, onde cursa Fisioterapia, Kelly Fernandes disputou o elevado nível técnico das competições com galhardia. Na categoria Sub 21 na qual é a atual Vice-Campeã Brasileira, venceu seu primeiro combate por 8 x 0 e se classificou para a semifinal, quando foi vencida por sua arquirrival catarinense por 0 x 1. Sua medalha de bronze foi garantida após vencer uma atleta baiana na repescagem sem maiores dificuldades.

Na categoria Sênior, Kelly Fernandes enfrentou na semifinal sua fatídica adversária e mais uma vez foi vencida, desta vez por 1 x 4. Na chave de repescagem, enfrentou uma atleta cearense e a venceu por 9 x 5 quando garantiu mais uma medalha de bronze.


Em sua terceira tentativa de integrar a Seleção Brasileira, após duras lutas na Seletiva Nacional, Kelly Fernandes mais uma vez ficou com a vaga de primeira reserva ao terminar em 3º lugar, pois conforme regulamento da CBK a Seletiva Nacional classificou dois atletas por categoria. Em 2019 Kelly Fernandes também foi reserva na Seleção Brasileira, porém sem oportunidade de atuar como titular.


Caçula da delegação da AMK presente no evento e atual Bi Campeã Brasileira, Caciana Almeida (13) disputou na categoria para faixas roxa a preta 14/15 anos - 47Kg, pois terá essa idade na Fase Final do Campeonato Brasileiro a ser realizado no final do ano.


Ainda faixa verde, mais nova e mais leve que suas adversárias, Caciana Almeida iniciou sua campanha com impiedosos 10 x 0 em seu primeiro combate contra uma atleta paraibana. Na semifinal, cometeu erros que lhe custaram a vitória e foi vencid iniciaram suas vitoriosas histórias na Seleção Brasileira, quando passado, quando disputou o Arnold Sports Festival South America na capital paulista. Na final da disputa medalha de bronze na repescagem, enfrentou outra adversária paraibana e a venceu por 4 x 0 o que lhe garantiu a almejada classificação para a Fase Final do Brasileiro.

Já em sua primeira tentativa de integrar a sonhada Seleção Brasileira de Karate, Caciana Almeida se tornou a terceira atleta da história da AMK a conseguir o feito. Doze anos atrás os campeoníssimos Eric Henrique Braga e Larissa Barbosa Braga inciaram suas vitoriosas histórias na Seleção Brasileira, quando venceram o Campeonato Brasileiro realizado em Vitória da Conquista na Bahia.

Sua campanha rumo a classificação para a Seleção Brasileira foi quase impecável. Sempre orientada pelos técnicos Manoel Varella e Kelly Fernandes, que a todo momento a ajudaram com preciosas dicas, Caciana Almeida venceu sua primeira adversária de Santa Catarina por 4 x 0 e se classificou entre as quatro melhores. Como apenas as duas melhores atletas se classificavam, assim como nas demais categorias da Seletiva Nacional, foi realizado um enfrentamento "todos contra todos" (rodízio). Logo no primeiro combate Caciana Almeida largou na frente ao vencer uma atleta paranaense por consistentes 3 x 0. No segundo confronto do rodízio, Caciana Almeida enfrentou a experiente atleta de Santa Catarina, também Campeã Brasileira, e segurou o resultado em 0 x 1 para então decidir sua entrada na Seleção Brasileira na derradeira luta seguinte. Segura, confiante, aguerrida e taticamente obediente, venceu outra(!) atleta catarinense por 4 x 0 e enfim "carimbou seu passaporte" rumo ao Campeonato Sul-Americano na Bolívia.



Matéria compeleta:

http://www.karateamk.com/2020/03/campeonato-brasileiro-de-karate-classificatoria-rn.html?m=1

Texto desta matéria: Site Oficial AMK.

172 visualizações